STRETTA ®

STRETTA®– TERAPIA ANTI-REFLUXO NÃO CIRÚRGICA POR RADIO FREQUÊNCIA

PARA QUE SERVE STRETTA®?

O tratamento com STRETTA é destinado aqueles pacientes que sofrem de refluxo gastroesofágico crônico (DRGE) e que não consegue controle adequado com medicamentos ou o tratamento com medicamentos deveria ser de longo prazo e isso não é uma opção viável. Stretta oferece uma alternativa além de cirurgias anti-refluxo e implantes.
Stretta é um procedimento ambulatorial único e não cirúrgico que leva cerca de uma hora, com os pacientes que retornam às atividades normais rapidamente.

RESULTADOS

  • Estudos mostram que Stretta resolve consideravelmente os sintomas de refluxo e melhora bastante a qualidade de vida do paciente com refluxo crônico.
  • Stretta reduz ou elimina medicamentos e reduz a exposição ácida
  • É um tratamento não cirúrgico administrado transoralmente (através da boca)
  • Mais de 40 estudos clínicos concluem que Stretta é "seguro e eficaz"
  • Os resultados da Stretta são duradouros, comprovadamente eficazes de 4-10 anos
  • Trata também a causa subjacente da doença do refluxo e não apenas os sintomas dele

INDICAÇÃO

Se você estiver entre os 30 por cento dos pacientes com DRGE crônica cujos sintomas não estão bem controlados por medicamentos, ou se preocupa com os potenciais efeitos colaterais do tratamento de drogas a longo prazo, e a cirurgia parece muito agressiva, talvez o STRETTA seja uma ótima opção.

O QUE É STRETTA®?

A terapia com Stretta é um procedimento endoscópico minimamente invasivo, que reduz significativamente os sintomas de DRGE, permitindo que a maioria dos pacientes elimine ou diminua o uso dos prazóis. Stretta é um procedimento ambulatorial realizado em menos de 60 minutos, permitindo que os pacientes retornem às atividades normais no dia seguinte. A Stretta não exige incisões, pontos ou implantes.

COMO FUNCIONA O STRETTA®?

O sistema Stretta fornece energia de radiofrequência (RF) ao músculo entre o estômago e o esôfago, que remodela e melhora o tecido muscular, resultando em melhoria na função de barreira e diminui os eventos de refluxo.

REFLUXO ÁCIDO STRETTA – TERAPIA ESPESSAMENTO MUSCULAR

A energia de RadioFrequência(RF) é uma forma de onda de energia que é usada em muitas especialidades médicas:

  • Os cardiologistas usam RF para parar os ritmos cardíacos perigosos
  • Urologistas usam RF para tratar o alargamento da próstata
  • Os especialistas em orelha, nariz e garganta usam RF para eliminar ronco e apnéia do sono
  • RF é também usado em procedimentos cosméticos para contorno corporal, rejuvenescimento da pele e diminuição de medidas

CONFIANÇA NO MÉTODO

A Stretta é, de longe, a opção de tratamento minimamente invasiva mais amplamente estudada para doença do refluxo (DRGE) - e provou ser segura e eficaz em mais de 37 estudos clínicos e 18 mil procedimentos. Estudos mostram que os pacientes apresentam alívio de sintoma significativo e duradouro de 4-10 anos, sem as maiores taxas de complicações da cirurgia e com menores custos.

BENEFÍCIOS

Ensaios clínicos que avaliam o procedimento de Stretta mostram:

  • Até 93% de satisfação do paciente
  • 86% dos pacientes deixam de usar medicamentos por pelo menos 4 anos
  • 64% dos pacientes deixam de usar medicamentos anti-DRGE por 10 anos
  • Estudos mostram eficácia em pacientes com anatomia já alterada
  • É indicada para refluxo crônico após procedimentos bariátricos
  • É indicada após cirurgia anti-refluxo que recidivou ou não controlou adequadamente a doença
  • Melhoria importante da qualidade de vida reportada pelos pacientes
  • Grande diminuição da exposição ácida no esôfago com uma redução significativa na quantidade de episódios de refluxo
  • Regressão da esofagite crônica já diagnosticada
  • Uma melhora nos sintomas extra-esofágicos da DRGE como odinofagia, asma, rouquidão, sintomas respiratórios e laringite
  • Menor taxa de complicações em relação a qualquer tratamento médico para DRGE (medicamentoso ou cirúrgico)

DOENÇA DE REFLUXO GASTROESOFÁGICO – UMA DOENÇA SUBESTIMADA

O que é Refluxo ou DRGE?

A doença do refluxo gastroesofágico (GERD) é uma condição em que o conteúdo ácido do estômago reflui para o esôfago e outros órgãos e causam uma variedade de sintomas problemáticos, incluindo azia. Este refluxo ocorre devido a uma fraqueza na função barreira do músculo entre o estômago e o esôfago.

TIPOS DE DOENÇAS DO REFLUXO

Aproximadamente 30 por cento da população adulta sofre de algum tipo de DRGE. Esta doença pode ser caracterizada por sintomas clássicos de DRGE (azia) ou outros sintomas misteriosos que podem ou não ser imediatamente identificados como doença de refluxo. Os tipos de DRGE se enquadram em alguma dessas classificações principais:

DOENÇA DO REFLUXO GASTROESOFÁGICO (DRGE)

DRGE é uma condição crônica que se desenvolve quando o conteúdo ácido gástrico reflui frequentemente para o esôfago causando sintomas típicos de azia, dor torácica ou regurgitação ácida. Este refluxo pode aparecer com ou sem erosões da mucosa ou complicações relevantes.

DOENÇA REFLUX NÃO EROSIVA (DRNE)

DRNE é uma subcategoria de DRGE caracterizada por sintomas relacionados ao refluxo com ausência de erosões ou lesões no esôfago observados na endoscopia convencional.

MANIFESTAÇÃO EXTRA-ESOFÁGICAS

Quando DRGE manifesta-se atípicamente como sintomas respiratórios, laringofaríngeos, nasofaríngeos, cardíacos, muitas vezes é referido como doença do refluxo extra esofágico. Alguns desses sintomas atípicos podem incluir:

  • Laringite - tosse crônica - rouquidão ou distúrbios de voz
  • Bronquite e / ou Asma
  • Pneumonia Recorrente
  • Apnéia do sono
  • Erosão ácida dos dentes
  • Dor no peito
  • Frequência ou ritmo cardíaco anormal

Todas as formas de refluxos extras esofágicos são o resultado do rápido trânsito de conteúdo gástrico para o esôfago atingindo a laringe, brônquios, pulmões ou seios. Este tipo de refluxo pode ser a causa de qualquer uma dessas doenças anteriormente mencionadas mesmo com o esôfago totalmente normal na endoscopia.

REFLUXO SILENCIOSO

É o refluxo que não produz sintomas típicos - esta condição foi chamada de "assassino silencioso" porque o refluxo crônico não diagnosticado pode levar ao esôfago Barret ou câncer de esôfago.

ESOFAGO DE BARRETT (BE)

O Esôfago de Barret geralmente se desenvolve como resultado da destruição da mucosa e da transformação do tecido esofágico associada ao dano ácido ou biliar. Se não tratado ou se não reconhecido, o Barrett aumenta consideravelmente as chances de desenvolvimento do câncer de esôfago.